Páginas

Follow by Email

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Fabulando - O pombo e o Corvo


Era uma vez um corvo, que pensava ser um pombo. Vivia se emplumando e seguindo o bando de pombos. Não sabia ele que era diferente dos mesmos, pois havia se perdido quando filhote e cresceu em meio aquelas aves. Até que um dia, um pombinho disse para ele: _ Porque você segue a gente? Vai procurar seu bando, será que você não enxerga que é só um corvo?
O corvo respondeu: _ Claro que não, eu sou uma ave como você! _Ah é?_disse o pombo_ Então venha até aqui que vou te mostrar uma coisa. _ E o pombo voou até um chafariz seguido pelo corvo.
_Agora olhe! É a nossa imagem refletida na água e você é aquele ali, veja._disse o pombo apontando o reflexo mais escuro na água. _ O de cor negra!_ressaltou. Então o corvo viu que realmente era diferente dos pombos e muito triste, voou para longe.
Passaram-se alguns anos, os dois se reencontraram. O pombo reconhecendo o corvo, perguntou a ele: _ Você ainda continua achando que é um pombo? _Não._respondeu o corvo. _ Eu sei bem quem sou e me orgulho disto.
E o pombo continuou: _ Sabia que o pombo é abençoado? Foi um de nós quem mostrou a Noé que as águas haviam baixado após o dilúvio. Somos aves sagradas, diferentes de todas as outras.
O corvo respondeu: _Ah é?? Pois você sabia que quando Elias esteve retirado nas montanhas, quem levou a comida até ele foi um corvo? Foi um de nós que alimentou um profeta.

Moral da história: Para Deus não há distinção de cores e espécies, e todos podem serví-lo. (V.C)